Ansiedade! Como controlar e ser mais produtivo.

A ansiedade é o grande mal do século. É muito provável que você esteja rodeado por pessoas ansiosas no seu trabalho, na sua família, entre os seus amigos. Ou até, talvez, neste momento você mesmo esteja sofrendo com a ansiedade em alguma esfera da sua vida. Se você não quer que esse problema interfira na sua produtividade e nas suas relações, é fundamental saber como controlar a ansiedade. E pequenas atitudes podem ser muito válidas para evitar que ela tome conta de você.

A gravidade desse tema nos dias atuais já foi tratada por vários especialistas e autores, como Augusto Cury. É claro que é normal ficar ansioso, sentir-se tenso em algumas situações de grande expectativa. Se você tem uma entrevista de emprego, está prestes a fazer uma viagem importante ou precisa apresentar um relatório para os chefes da empresa, por exemplo, é absolutamente normal que você fique apreensivo.

No entanto, esse sentimento ruim não pode dominar você a ponto de interferir negativamente no seu desempenho. Vez ou outra isso até pode acontecer diante de uma situação nova, mas você precisa ficar atento. Se a ansiedade estiver “vencendo” muitas ou todas as vezes, ela pode ter se tornado um transtorno que prejudica sua vida social, profissional e, claro, a sua saúde.

O que é a ansiedade e quais são as suas causas

A ansiedade é um estado emocional em que a pessoa se sente impotente e indefesa diante daquilo que está por vir, o que leva à angústia, ao nervosismo e, muitas vezes, a uma forte sensação de medo.

Esse estado de intranquilidade pode ser, portanto, fruto de uma preocupação excessiva com o futuro, de um excesso de pensamentos relacionados ao que virá a acontecer. Você pode estar ansioso, por exemplo, em relação a um projeto ou a um processo de mudança na sua vida.

Também é muito comum que a ansiedade surja quando deixamos muitas coisas para fazer depois, quando procrastinamos, pois o “deixar para amanhã” faz com que suas obrigações se acumulem, levando você a não saber como agir e a ficar extremamente ansioso em relação ao que vai acontecer.

Como controlar a ansiedade

Eu percebo que, em geral, as pessoas não têm somente uma ou poucas atividades pendentes, elas possuem dezenas, centenas.

O problema é que essas tarefas consomem muita energia da nossa mente. Podemos imaginar que somos como um computador com várias janelas do nosso “Windows mental” abertas. Como acontece com uma máquina, esse excesso de janelas nos torna mais lentos e menos produtivos.

Mas, então, como controlar a ansiedade e ser produtivo e focado para chegar onde você precisa?

Uma das estratégias para combater esse sentimento que gera um círculo vicioso é tomar uma atitude muito simples, mas que pode ser transformadora. Sempre que surgir ou vier à sua mente alguma pendência, algo que você queira ou precise resolver, você deve anotar naquele exato momento na sua agenda QUANDO irá fazê-lo.

A verdade é que não adianta tentar se afastar daquilo que está causando ansiedade simplesmente deixando aquela pendência para depois. Quanto mais esforço você fizer para não pensar em algo, mais forte e frequente será esse pensamento. Por isso, é necessário que você não deixe para depois, e se comprometa AGORA a resolver o que precisa ser resolvido.

“Poder do realizador” contra a ansiedade

Se você simplesmente tentar armazenar uma pendência na sua mente, ela irá ficar junto a uma nuvem de tarefas que não serão executadas. E temos o hábito de procrastinar e protelar essas atividades.

Porém, se você define na agenda quando irá executá-la e consegue realizar e resolver aquilo no momento em que se propôs, você sentirá um poder enorme dentro de você. Esse poder do realizador é uma ótima forma de combater a angústia e a ansiedade.

A estratégia, portanto, é simples: quando surgir uma pendência ou vier um desejo de fazer algo, anote na mesma hora na sua agenda. Assim, você vai aprender como controlar a ansiedade esvaziando a sua mente. Eu tenho certeza que a sua vida mudará muito com esse exercício!

Psicanalista Claudina Granzotto

Fonte: Wendell Carvalho

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *